Revolut – Banca Digital

Novembro 22, 2019

Numa era em que as fronteiras entre países são quase inexistentes e estamos constantemente a viajar, seja em trabalho seja em lazer, cresceu neste último ano de 2019 uma solução digital que visa responder a alguns problemas tais como, as taxas de levantamentos em caixas ATM, os pagamentos online, a troca de moeda a câmbios altíssimos ou mesmo os 8€ mensais que os bancos portugueses cobram em comissões de conta. A Revolut veio revolucionar desde 2015 a área da banca e a maneira como as gerações mais jovens interagem com o dinheiro. Abrir uma conta é bastante fácil, rápida e quebra com todas as burocracias que existem como, as filas do balcão, os imensos papéis a assinar ou os comprovativos de morada exigidos.

Na Revolut apenas precisamos de um smartphone, alguns minutos e dentro de dias recebemos um cartão físico em casa pronto a ser usado. Actualmente ainda não funciona na sua totalidade como um banco (dito tradicional) por falta de licença europeia para algumas atividades, por isso não o podemos usar para um crédito à habitação ou um crédito ao consumo, por exemplo, mas podemos usar como conta bancária para o nosso dia a dia.

A Revolut permite ter contas onde fazemos depósitos, levantamos dinheiro, recebemos salário, negociamos acções ou BitCoins. Sendo que, os depósitos estão protegidos até 100 mil euros caso o banco vá à falência o que confere uma enorme segurança ao cliente. Importante nunca esquecer que é uma solução 100% online, não existe qualquer balcão físico, sendo todo o suporte ser através de email ou telefone. Para quem viaja bastante a Revolut apresenta ser uma solução à medida, pois podemos pagar com o cartão sem qualquer custo e isto evita que andemos com dinheiro vivo connosco por questões de segurança.

Caso queiramos ter dinheiro connosco, e especialmente para levantamentos fora da zona Euro, pode ainda existir uma taxa de levantamento que acresce à taxa de câmbio, onde os bancos metem a unha para ficarem com mais dinheiro, pois a taxa de câmbio nunca é o valor do momento ou sequer do dia anterior. No caso do Revolut a taxa de câmbio aplicada é sempre a que se pratica no mercado bolsista, sem qualquer diferença entre o preço de compra e de venda.

Pontos a favor:

  • A app do telemóvel é muito fácil de ser usada, permite estabelecer orçamentos mensais, objectivos e categorizar gastos.
  • Não existem taxas escondidas de manutenção de conta ou transferências bancárias.
  • Podemos criar um link com um pedido de pagamento e enviar por email, o que vem agilizar bastante e acabar com as desculpas de amigos que “perdem” o NIB para transferência.
  • Possibilidade de enviar dinheiro para outros utilizadores do Revolut instantaneamente.
  • Excelente solução no estrangeiro. Compras online 100% seguras.

Pontos negativos:

  • Rede multibanco oferece uma gigante panóplia de serviços e que ainda não estão disponíveis neste sistema como por exemplo o pagamento a entidades.
  • Há comerciantes nacionais que apenas aceitam cartões da rede Multibanco.

 

Sendo que os pontos negativos na realidade podem ser resolvidos quando terminar o monopólio da rede Multibanco em Portugal. Para abrir conta o processo é muito simples: é fazer o download da aplicação para iPhone ou Android, validar o número de telefone através de uma SMS automática, validar a nossa identidade através da própria aplicação do Revolut com uma foto tipo selfie e posteriormente frente e verso do nosso documento de identificação. E está feito! Como passo final devemos transferir 10€ para validar a nossa conta e dentro de 3 a 5 dias recebemos o nosso cartão físico em casa (portes grátis) numa embalagem muito deslumbrante e bonita. Basta passar numa caixa multibanco com o PIN anteriormente definido e activar conta que fica pronta a usar.

Existem três tipo de contas, a standard totalmente gratuita que serve perfeitamente o nosso propósito diário e de vida embora exista um limite de 200€ para levantamentos por mês. Outro tipo de conta com um custo de 8€ por mês a denominada Premium, onde podemos levantar 400€ mensalmente sendo que as restantes funcionalidades são o acesso a criptomoeda ou mordomias relacionadas com aeroportos.

A última modalidade de 14€ mensal, a dita conta Metal em que o valor que pode ser levantado passa para 600€ e um sistema de cashback baixo para pagamentos com cartão. Numa altura que as comissões dos bancos estão constantemente a subir ano após ano a Revolut deixa um forte aviso à banca.

A sociedade muda e transforma-se por isso está na altura da banca lusitana se adaptar também pois o seu negócio tradicional começa a ter os dias contados. Entretanto já existem soluções (algumas mais antigas) no mercado semelhantes à Revolut como por exemplo N26, Monzo ou Sterling.

 

Tudo isto faz com o Revolut seja algo adequado ao tempo que vivemos, prático, rápido e sem complicações. Para quem quiser abrir uma conta na Revolut, sugiro usar o meu link de afiliado aqui

Leave a Comment